Troupe de Reis

Quem somos

O início de cada ano trás sempre uma das maiores tradições existentes em Ovar: o Cantar os Reis. Todos os anos sem excepção, a Troupe da Casa do Povo de Válega sai à rua e no dia seis de Janeiro, tem lugar o Encontro de Troupes de Reis em Ovar, uma oportunidade única para apreciar as mais belas canções evocativas desta ocasião festiva.


Historial

Na verdade, as bases históricas e etnográficas da Epifania vêm desde há longos séculos. E se por todo o País, principalmente nas Beiras e no Minho se cantam as “Janeiras”, em Ovar essa tradição foi assumindo um cunho muito próprio e original, evoluindo da cantilena repetitiva dos “Santos Reis, Santos Coroados” até uma maneira muito própria cujo aparecimento se localiza no ano de 1893, o que a torna uma tradição secular em Ovar.

A Troupe Casa do Povo de Válega surgiu de forma espontânea em 1997, unidas com único objectivo: promover a continuidade desta tradição sendo composta por pessoas de diferentes idades. A troupe utiliza uma variedade de instrumentos musicais, dentro dos quais pode-se destacar a viola, o bandolim, o violino, a flauta de bisel e a transversal, onde o desempenho vocal assume uma grande importância, manifestando-se em belas exibições de coros e solistas.

Caminhando pela noite fria de Inverno, dos meses de Dezembro e Janeiro, os elementos da Troupe de Reis munidos de roupas quentes e tradicionais, enchem as casas, cafés e restaurantes com muita alegria, mostrando todo o saber de cantar, por Válega e Ovar. A actuação é composta por três momentos essenciais onde é apresentada uma canção diferente: a primeira é a “Saudação”, onde é louvada a Noite Santa dos Reis e são saudados os presentes, a segunda é a “Mensagem”, onde se celebra o nascimento de Jesus e os seus ensinamentos e, por fim, é o “Agradecimento”, onde, num tom muito mais ligeiro e brejeiro, são pedidas as habituais ofertas e é agradecida a hospitalidade.